Metaverso e eu

Talvez alguns de vocês já tenham ouvido falar em METAVERSO...

Para quem ainda não tem a certeza do que é, vou te explicar. Eu não...a wikipédia. Metaverso é a terminologia utilizada para indicar um tipo de mundo virtual que tenta replicar a realidade através de dispositivos digitais. É um espaço coletivo e virtual compartilhado, constituído pela soma de "realidade virtual", "realidade aumentada" e "Internet".

Quando eu entendi do que estávamos falando, confesso que meu coração acelerou, as mãos não paravam de suar e me bateu um pavor de pensar como será o mundo quando esse tal de metaverso estiver presente.

Eis que para minha surpresa descobri que ele já está bem presente. Pessoas criam seus avatares no metaverso e compram bolsas de marca de R$4.000,00 para os seus avatares irem a um desfile de moda. Bolsa essa que não existe fisicamente!!! Sim, tem pessoas que pagam esse valor por uma bolsa virtual.

Terrenos são vendidos, casas são construídas no metaverso e avatares de seres humanos habitam esse universo paralelo. MEU DEUS!!!

Fato é que não podemos negar essa realidade, fingir que ela não existe, ignorá-la. O que temos que fazer é nos prepararmos para a vida que abarca essa realidade.

Em uma palestra feita pelo Walter Longo, ele nos apresenta as razões potenciais do metaverso, ou seja, pq ele acredita que o metaverso vai bombar nos próximos anos. As razões são essas:

  • Pessoas querem ser o que não são

  • Pessoas gostariam de ter outra vida

  • Pessoas não estão satisfeitas com suas aparências

  • Pessoas fingem ser diferentes

  • Pessoas querem que outros as achem melhores do que elas são

Que atire a primeira pedra quem aqui leu e não se identificou com, pelo menos, uma dessas razões...

Tá Carla, mas e agora? Nós estamos todos fadados a nos encontrarmos apenas no universo paralelo que o metaverso vai nos trazer? Não teremos mais encontros físicos, abraços apertados, um chá quentinho pra compartilharmos na "vida real"?

Eu acredito piamente que não estamos fadados a isso. Maaaaas temos um caminho a percorrer como humanidade.

Um caminho em que precisamos nos acolher e nos aceitar como realmente somos. Um caminho que precisamos aprender a gostar da nossa vida real, com todos os perrengues que ela tem. E darmos graças por termos esses perrengues pois são eles que nos ajudam a melhorar como seres humanos. Um caminho que a gente se satisfaça com o corpo real que temos, com as celulites, estrias, gordurinhas e tudo o mais. Um caminho que nos permita sermos quem somos, honrando a nossa biografia e sendo autores das nossas próprias vidas. Um caminho em que a gente encontre o equilíbrio entre a opinião dos outros e a nossa própria opinião.

E é para construir esse caminho que eu trabalho, que eu erro, que eu acerto, que eu choro, que eu dou gargalhadas, que eu vivo!!

Bora construir esse caminho comigo?

Com esperança, Carla Latini


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo